quinta-feira, 4 de outubro de 2007

A vida de um errante

Chega um dia que você chega a questionar o que realmente você aprendeu até hoje.
Você olha para trás e vem um flash de vida que te faz relembrar momentos passados.
Teus Acertos X Teus Erros.

Mas por que vejo meus erros serem mais presentes que meus acertos?
Será que é uma “dádiva” minha ser um Ser errante?
Ao me questionar isto, me torno individualista.
Pois não posso considerar esta uma “dádiva” só minha.
Entretanto, por que valorizar os erros?

“As brigas que ganhei nem um troféu como lembrança pra casa eu levei .
As brigas que perdi, estas sim eu nunca esqueci.”

É mais ou menos este raciocínio que segue em minha mente.
Até quando guardarei meus erros na minha estante?
Estas que servem para me mostrar que não devo cometer os mesmos.
Porém, eles me tornam uma pessoa que eu não gostaria de ser.
Tornam-me egoísta, covarde, sem esperanças.

***

Está na hora de mudar.
Está na hora de esvaziar minha estante e começar a expor minhas conquistas.
Pois, o que tenho é graças a elas.
Não quero ter mais medo de confiar, de sofrer, de sorrir, de tentar ser feliz.
Simplesmente, não quero ter medo de sentir medo.
Preciso arriscar. Desenvolver um lado impulsivo e emocional.
Todos dizem aprender com teus erros.
Entretanto, só quero esquecê-los.
Não acredito que isso seja possível, porque ficam mágoas.
Mágoas tão profundas que chegam a deixar cicatrizes, logo quem me vê nem imagina que elas existam.
Pois, elas se encontram no meu íntimo. Num lugar que talvez ninguém conhecerá.
Mas estou disposto a mudar.
Pois neste exato momento Raul Seixas me diz que serei capaz de sacudir o mundo.
Então, que tenha continuidade esta vida errante.

“Sou errado, sou errante
Sempre na estrada
Sempre distante
Vou errando enquanto o tempo me deixar
Vou errando enquanto o tempo me deixar passar”

3 comentários:

Srta Pecinha de Lego disse...

Aiii que lindo!!!
Bom, o que eu tenho a dizer...primeiro de tudo que ficoulindo o texto, que eu amo Pato Fu, que amo Kid Abelha e que nem comento sobre o Raul pra n�o ficar repetitiva...Digo tamb�m que vc est� certissimo, e que ter medo de ter medo (eu amo legi�o tbm) acontece, mas que vc ta indo bem sabendo q nao pode ter medo.
Um beijo...n�o sabe como � bom ter vc como amigo de msn agora...parece que te conhe�o h� um ano...rsrs

CresceNet disse...

Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o CresceNet. O CresceNet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Cresce.Net(www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. (If he will be possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll I thankful, bye friend).

Viviane Heleno disse...

Enfim. Mudar, mudançar erros e acertos.
Errar e ser errante.
Rever e mostrar conquistas.
É,acho que preciso exatamente da mesma coisa. E acho também que ler seu blogger ouvindo Broken, é uma coisa seríssima.
Estou precisando de você.

te amo V. ♥