segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Uma imagem imprópria

Ele se olha no espelho.
Durante a escovação diária do teus cabelos que insiste em não ficar do jeito que ele quer.
Mas ele pensa: "Do que importa? É só mais alguma coisa que não é do jeito que quero que seja! Quem disse que querer é poder, não conhece o bastante." {humpt}
E vendo teu reflexo, ele analisa:
- Ou sou que não conheço o bastante?
Ele tenta procurar a resposta dentro de teus olhos por trás de lentes.
Ele só enxerga um vazio.
Ele se sente vazio.
Indigno de qualquer emoção.
Indigno de qualquer resposta.
Ele acredita ter aprendido que se desesperar e chorar não levam a nada.
E mesmo se isso pudesse solucionar algo, ele nem sabe mais o que são lágrimas.
Elas devem ter congelado no vazio do teu peito.
Ele acreditava que não chorar o fortalecia. Entretanto, ele se sente mais fraco.
A cada instante ele sente desabar. Ele está caindo num abismo e ninguém pode o ajudar.

Ele até gostaria de ficar ali fazendo companhia a si mesmo.
Entretanto, ele tem mais um dia de vida para seguir, embora o que ele desejava era ter um pouco de vida no teu dia.
________________________________

¹Segundo a Física, uma imagem imprópria é formada no foco e não se reflete num espelho. Porém, há a possibilidade de ser formada no infinito, o que dá esperança ao meu eu lírico, já que tua felicidade se encontra distante.

3 comentários:

Viviane Heleno disse...

É V.
às vezes me sinto terrivelmente uma imagem desfocada.
AH, nem sei o que falar.

te amo ♥

beeeijO ;**

erika disse...

Eu acho que o senhor patinho feio ta confuso com alguma coisa...e a srta pecinha de lego odeia ver o patinho feio triste.e tenho dito! Humpft!

Wellington disse...

adorei o post! muito criativo... vou utilizar nas minhas aulas de física! posso? rs