quarta-feira, 17 de outubro de 2007

O garoto encontra a garota

Hoje ele se sente melhor. A voz do teu interior está se calando e lê agradece exclusivamente a teus amigos. Ele não admiti ter esquecido que ‘existe um mundo que só quer vê-lo sorrir’.
Aproveitando teu bem estar, ele posta uma boa lembrança. Esta aconteceu essa semana. Ela não bem aconteceu... mas isso não muda nada!

***

Era aniversário dela.
Era a primeira vez que ele iria vê-la pessoalmente. Ele não disfarça estar ansioso.
Chega na cidade, por onde anda numa rua com um endereço em mãos.
Como já é do seu jeito não ser muito atento, preferiu vencer a timidez e pedir informação.
Agora sabendo onde é o lugar, segui em frente e como de costume ele se perde em pensamentos...
- Aí, que vergonha! Eu vou conhecê-la, mas nunca sei o que dizer. Não seja tímido e não fique sem graça...
Foi quando sentiu um puxão de uma garota.
Ela era do jeito que ele imaginava, embora ela está aparentando ter um rosto mais novo. Mas teus cabelos, teus traços são os mesmos da foto. E teu sorriso... ahh... ela sorria a todo momento. Ele achava aquilo contagiante e chamava tua atenção, dessa maneira ele esquece toda timidez.
- Feliz Aniversário!
- Xiiiu! Eles não podem saber que estamos aqui!
Ele põe um pouco de tua cabeça para cima do pequeno muro e vê umas crianças procurando por alguém.
Foi de repente que ele só conseguia ver o riso da garota e as crianças gritando de fundo.
Ele agora se sentia totalmente cativado.
- Quando eu disser você corre!
Ele acena com a cabeça.
- Venha!
Eles entraram no pensionato que ela mora, ele corria pelas escadas o máximo que podia para não perdê-la de vista. Entretanto, ele ficou para trás.
Já sem fôlego, ele termina de subir as escadas e encontra-se num tipo de sacada onde tinha uma linda vista para um campo florido.
Observando bem, ele encontra a garota e as crianças correndo, se bem que ela não bem corria, ela mais saltitava em algum tipo de passo de balé/ballet. Logo atrás dela, vinha uma menina gordinha e por conseguinte vinha um menino que Ele já tinha percebido que era banguelo dos dentes da frente.
Ele estava ali só admirando.
Decidiu ir até o campo, jogou-se no gramado verde-vivo e ficou vendo aquele filme diante de teus olhos. Que tinha como personagem principal, um sorriso, e trilha sonora, os risos de crianças que Ele não sabia se gritavam pelo nome da garota ou por um apelido.

*** FIM ***

3 comentários:

Srta Pecinha de Lego disse...

Ain...adorei...essa nossa historia, digo nossa pq ja me apropriei dela...beijos
foi a homenagem mais linda de todas...

te adoro!!!!

Kallyne Cristina disse...

Olá Garoto, seja bem vindo ao meu Quintal, está convidado a vir sempre que puder! Intessantissimo o teu blog, voltarei mais tarde para analisá-lo melhor.....
beejo!
..
*

Viviane Heleno disse...

tá, eu adorei a estória.
muito legal seu sonho que vira conto.
coisa legais acontecem em sonhos *-*

beeeijO V.
;*